Apague a luz! ( quem conseguir...)

Até onde minha memória alcança, sempre tive uma dificuldade enorme para decidir deitar e dormir.Assim como existem as crianças que adiam tomar banho ou comer, as mães tem que cortar um dobrado para convencê-las, sempre fui do tipo que adia ao máximo o momento de ir deitar.A diferença é que agora não existe mais uma figura de autoridade que me mande ir pra cama e que eu obedeça.


A figura de autoridade deveria ser eu mesma.Quando não tem jeito mesmo pois tenho que acordar cedo pra um compromisso importante, meu dia seguinte vai ser daqueles e preciso estar em boas condições físicas e mentais, reúno toda a minha força de vontade e, num mega-esforço consciente, consigo deitar numa hora decente.Se preciso acordar cedo pra algo que não requeira tanta disposição assim, geralmente procrastino a hora de ir dormir ao máaaaximo.Gosto da noite e não necessariamente ( mas também...) para sair.Adoro a diminuição do nível de ruído da rua e dos vizinhos, adoro os barulhos da noite, adoro o escuro lá fora.Ir dormir sempre me dá a impressão de que estou perdendo alguma coisa imperdível, a obrigatoriedade de deitar cedo tem o mesmo gosto ruim que tinha na infância, quando tudo era mais interessante do que deitar e dormir.


Curiosamente, quando durmo cedo, acordo cedo e bem-disposta como se aquele fosse meu natural.Me digo que aquilo é maravilhoso, me lembro que "Deus ajuda quem cedo madruga", tenho uma sensação maravilhosa de ter o dia inteeeeeiroooooooooooooo diante de mim e tenho a impressão de que tantas horas vão render absurdamente.Não sou daquele tipo que simplesmente não funciona antes de determinada hora ou que acorda cedo contrariadíssima.Eu não, acho uma delícia acordar antes de todos e sair quando as ruas ainda estão vazias.Tenho sensações ótimas nesses momentos, seja saindo para trabalhar de madrugada ainda, seja para uma caminhada matinal.


Engraçado que as melhores noites de sono da minha vida foram sempre fora da minha casa e não necessariamente em locais mais confortáveis ou melhores.Em geral eram lugares onde não havia, em absoluto, a opção entre dormir ou ver tv, navegar na internet, arrumar gavetas, ouvir música e sei lá mais o que.Qdo é obrigatório dormir e não tem jeito mesmo, durmo como um bebê.Mas se tiver opção entre fazer alguma coisa interessante e dormir, certamente que, se depender apenas de gosto, nunca vou escolher dormir.


Como essa, me dano! Há um livro interessante ( "Apague a luz!" Durma melhor e: perca peso, diminua a pressão arterial e reduza o estresse, Bent Formby e T. S. Wiley, 384 páginas, Rio de Janeiro, Editora Campus, 2000.) que defende, de forma bem convincente, que dormir menos do que o necessário e fora do horário biologicamente destinado ao repouso- a noite-é uma verdadeira temeridade.Segundo os dois pesquisadores americanos que escreveram o livro, a invenção da luz elétrica é coisa relativamente recente na história da humanidade, certamente que isso trouxe progresso e mudança de hábitos, mas nosso organismo simplesmente NÃO está adaptado a isso.Pagamos um preço muito alto, em saúde, por essa brincadeirinha de alongar os dias e encurtar as noites.A quem interessar, neste link há techos interessantes do livro.


http://simplicidadevoluntariabrasil.blogspot.com/2009/05/apague-luz.html


E vcs, caros leitores? Vão pra cama assim que podem, felizes e contentes? Ou ficam procrastinando, respondendo a mais um e-mail, dizendo que vão assistir só mais 15 minutinhos de tv, que vão ler só mais um bocadinho...e com isso terminam dormindo muito mais tarde do que mandaria o bom-senso?!


( A propósito, são 22:39, amanhã vou ter que acordar cedo, meu cérebro terá que estar "alive and kicking", então vou fechar o botequim aqui e me preparar pra me jogar na cama!)



2 comentários :

Maxmilian do Valle Ziegelmüller disse...

Costumo deitar e dormir.

Gustavo disse...

Honolulu!!!!

Incrível como somos parecidos nesse aspecto! Sou sempre o último a dormir na minha casa desde os meus 7 anos de idade! Sou totalmente da noite e dificilmente durmo antes das 02:00h... No horário de verão parece que fica ainda mais difícil... Me atrai a tranquilidade, a temperatura...Eu me concentro melhor. E adoro a noite na rua tbm,há uma magia na boemia...

Fora que a internet é o paraíso dos insones, há quem chame esse surfar a internet na madrugada de Boehmia eletrônica!!! Rs!

Por incrível que pareça, como vc tbm comentou, adoro quando consigo acordar cedo e aproveitar a manhã, o dia também é ótimo... Mas a noite sempre me atrai da forma mais contundente!

Bjs!