“Foi a maior ducha de água fria!”


A expressão acima é usada para expressar situações decepcionantes nas quais se está contando com uma coisa e acontece justamente o contrário do esperado. A gente vai repetindo essas expressões sociais sem nem se dar conta, e reforçando a idéia de que uma ducha de água fria é mesmo coisa pra lá de indesejável.

Sempre que ouço alguém dizendo que vai chegar em casa depois de um dia de trabalho e tomar um bom banho, invariavelmente a pessoa vai fazer questão de frisar tratar-se de um banho no mínimo morno. E mesmo que seja verão.

Usa-se muito aquele diminutivo afetivo: “bem quentinho”, aquele do” carninha na brasa, batatinha frita...”. Posso até gostar de churrasco e batata frita, mas convenhamos: não são as melhores coisas pra saúde, assim como também o nacionalmente idolatrado banho de água quente, quiçá quase em ebulição. Nem bem sei como num país tropical a ducha fria pode ter tão péssima reputação a ponto de ser usada numa expressão dessas.

Faço parte da turma restrita praticante do banho frio e ainda não me acostumei com a cara de choque/ horror das pessoas. Se eu dissesse que uso estrume de cavalo como tratamento cosmético, chocaria menos. Quando lavo cabelo em salão, tenho que falar bem firme: “ água fria MESMO, por favor!”- e a moça, invariavelmente, vai fazer cara de “ será que ouvi bem?”- se eu não falar nada, pode contar que a água vai ser “ morninha”, ou seja: escalpelante pro meus padrões.

Confesso que já me rendi ao banho quente inúmeras vezes. Já tanto ouvi as pessoas ostentando socialmente em conversas sociais as delícias do banho quente, que já tomei sim. Pode ser bom, num dia frio, quando se está bem debaixo do jato de água quentinha.Quando se sai do banho ou se desliga o chuveiro pra se ensaboar, é um dissabor.Minha pele não deve ser das melhores mesmo pois pra um banho quentinho depois tenho que tomar um banho de creme hidratante.Minha pele resseca, meu cabelo não fica bom, me dá um frio danado depois. Pensando friamente, essa coisa de banho quente não é lá essas coisas. Mesmo assim, a pressão social é tamanha que vc se diz: “ Não é possível que todo mundo esteja errado e eu certa, deixa eu tentar mais um pouquinho.”

Se alguém expressar socialmente que fuma maconha, eu até agora nunca vi ninguém repreender e dizer: “Cruzes!” Experimentem, só de brincadeira, numa roda social soltar uma” Eu só tomo banho frio, mesmo no inverno!” e vejam o que é bom pra tosse!

Sou praticamente uma alienígena: criada a banho frio e fazendo natação à noite mesmo durante o inverno (e não tinha essa moleza de piscina coberta e aquecida de hoje em dia...) Meu avô, um sujeito que só vi doente pela primeira vez um ano apenas antes da sua morte quase aos 90 anos, foi um dos raríssimos partidários do banho frio. (Tá certo que além do banho frio ele mantinha seiscentos mil outros hábitos saudáveis, mas o conjunto da obra lhe era largamente favorável, tanto que ele nunca aparentou a idade que tinha e não era dado a achaques. Não há registros de que ele tenha alguma vez sido visto de lenço na mão, assoando o nariz ou com febre. Claro que a genética tem seu peso, a mãe dele, se não tivesse sido atropelada lá pelos 90 anos, era bem capaz de emplacar os 100.)

Segundo o Yogue Ramacháraca (sem brincadeira), o que causa sensação de frio é justamente o banho quentinho. Nuno Cobra, preparador físico do Ayrton Senna, compartilha do mesmo ponto de vista: quando se toma banho frio, o corpo reage num esforço para se aquecer.Pode ser desagradável no início, mas o corpo se acostuma e dá um enorme prazer durante e depois.Faz um bem danado para a pele, cabelo, circulação e, last but not least, estado de espírito.Diria eu até que dá “ barato” que não é imoral, nem ilegal e nem engorda!

2 comentários :

Gustavo disse...

Dizem que em Portugal não se toma banho nem na Primavera nem no Outono, pq os chuveiros só apresentam as opções Inverno e Verão! Uhauhauha!!!
Piadinhas à parte, também não sou fã de banhos quentes, tomo banho frio em boa parte do ano, só quando a temperatura cai é que eu passo a chave para o morno, mesmo assim é mais pra frio do que pra quente. Ainda mais depois que eu li que a àgua quente faz mal para o couro cabeludo, acarretando queda de cabelos... Faz sentido, galinhas são depenadas à quente tbm...O princípio é parecido com nossos cabelos. E estou cuidando pra manter o pouquinho que ainda tenho! Rsss!

Taimemoinonplus disse...

Gustavo:

O princípio da galinhas depenadas foi hilário, acho que vai ser impossível esquecer disso doravante! rs Tem gente por aí fazendo canja nesse inverno....huahuauauauaua!

Vamos perseverar e daqui a uns 20 anos poderemos ser a prova-viva ( ou não, glupt!) de que a água fria é realmente um bálsamo pra pele e pros cabelos! ;-) Quem viver, verá! hehehe